Items filtered by date: May 2015

Às vezes precisamos de criar um mapa para ilustrar alguma característica espacial que está armazenada em uma planilha Excel ou simliar, mas não temos um sistema de informação geoográfica à disposição. É possível usar o R, um programa gratuíto e multiplataforma (Mac, Linux ou Windows) para criar rapidamente alguns mapas básicos e com o script que está no link abaixo é fácil fazer isso.

O exemplo que apresento é sobre as ocorrências de casos de dengue em municípios de Minas Gerais em 2015. Os dados foram obtidos na página do Ministério da Saúde e a tabela do link mostra o número de casos e a incidência, que é a representação do número de casos para cada 100 mil habitantes. 

Para espacializar a informação dos munucípios é preciso inserir as coordenadas geográficas de cada município. Uma outra tabela disponível abaixo, e que foi obtida na página do IBGE, contém as coordenadas (lat/long em graus decimais) de todos os municípios brasileiros. As duas tabelas foram associadas em função do código do município, variável que é comum às duas tabelas. 

O pacote usado para produzir os mapas básicos foi o dismo, mas existem outros pacotes (gmap ou ggmap) que fazem o mesmo. O primeiro mapa gerado contém somente a localização das ocorrências e rodando o script, você deverá obter uma figura como esta:

mapa1

Outra possibilidade é representar os pontos de maneira proprocional às incidêncas. A figura ficaria assim:

Por fim, é possível usar o pacote para baixar uma figura com uma imagem de satélite ao fundo (as duas anteriores usam o formato "terrain") e para uma região especificada por pares de coordenadas. Eis um exemplo:

 

Published in Notícias

As revistas da Elsevier agora contam com uma ferramenta para visualização chamada "Interactive Map Viewer", que é um visualizador de arquivos KMZ (versão compactada dos arquivos KML do Google Earth). A ideia é mostrar uma pequena janela com o Google Earth e os pontos de interesse do trabalho (as ocorrências de uma espécie ou os locais de coleta) de uma maneira mais dinâmica. A informação entra como material suplementar dos artigos submetidos.

Essa novidade, disponível em mais de 80 jornais da Elsevier, representa um passo importante na mudança dos formatos de pubilcação. Há uma grande tendência das publicações online serem mais amplas, dinâmicas e embebidas com mutlimidias. Para o envio dessas informações espaciais é necessário gerar o arquivo KMZ/KML e nesse sentido mostro abaixo uma rotina no R para criar tais arquivos.

O exemplo aqui mostrado é sobre os pontos de ocorrência (formato Lat/Long em decimal degrees) de aves do gênero Thamnophilus (chocas da família Thamnophilidae). Os pontos foram obtidos no site Xeno-Canto.

Ao final da execução do script de exemplo e abertura do arquivo no Google Earth, você deverá ter uma imagem semelhante às imagens abaixo:

 

 

 

Published in Notícias